sexta-feira, 24 de junho de 2016

Smith Rosa seria o escolhido para João Batista ?

Smith Rosa seria o escolhido para João Batista ?


... Na verdade, tinha sido Herodes quem mandara prender João e pô-lo a ferros na prisão, por causa de Herodíade, mulher de Filipe, seu irmão, que ele desposara.  Porque João dizia a Herodes: “Não te é lícito ter contigo a mulher do teu irmão.” Herodíade tinha-lhe rancor e queria dar-lhe a morte, mas não podia, porque Herodes temia João e, sabendo que era homem justo e santo, protegia-o; quando o ouvia, ficava muito perplexo, mas escutava-o com agrado.

Mas chegou o dia oportuno, quando Herodes, pelo seu aniversário, ofereceu um banquete aos grandes da corte, aos oficiais e aos principais da Galileia. Tendo entrado e dançado, a filha de Herodíade agradou a Herodes e aos convidados. O rei disse à jovem: “Pede-me o que quiseres e eu te darei.” E acrescentou, jurando: Dar-te-ei tudo o que me pedires, nem que seja metade do meu reino.”

Ela saiu e perguntou à mãe: “Que hei-de pedir?” A mãe respondeu: “A cabeça de João Baptista.” Voltando a entrar apressadamente, fez o seu pedido ao rei, dizendo: “Quero que me dês imediatamente, num prato, a cabeça de João Baptista.” O rei ficou desolado; mas, por causa do juramento e dos convidados, não quis recusar. Sem demora, mandou um guarda com a ordem de trazer a cabeça de João.

O guarda foi e decapitou-o na prisão; depois, trouxe a cabeça num prato e entregou-a à jovem, que a deu à mãe.


Seria tamanha falta de nexo comparar os fatos ocorridos com o blogueiro Smith Rosa à história bíblica do Percursor João Baptista, mas, convenhamos que em algum ponto ela se assemelha, uma vez que, como o profeta, Smith Rosa sempre denunciou os desmandos de um governo nefasto, ditatorial e perseguidor, como era o de Herodes.

Tudo começou quando Smith Rosa publicou a antecipação de campanha do então candidato a deputado estadual Manoel Ribeiro, quando a Câmara de Vereadores a mando do chefe do executivo lhe rendeu como titulo o nome do auditório da Casa de Leis em troca de alguns móveis, o ato foi revogado meses depois. Isso rendeu ao bloqueio metade da gratificação incorporada a seus vencimentos por exercer o cargo de eletricista, aprovado em concurso público municipal.

Como Smith Rosa, não lhe pediu clemencia, como muitos o fizeram, o ditador mandou cortar-lhe a outra metade da gratificação, mesmo assim o servidor continuou exercendo suas funções com presteza e pontualidade.

Diante das inúmeras matérias veiculadas pelo Blog Smith Rosa, em sua grande maioria em desfavor ao governo municipal, denunciando seus desmandos, como, por exemplo, o uso de maquinas do PAC2 na construção de um imóvel de propriedade do prefeito, ou da ex-primeira dama, 

Insatisfeitos com as denuncias do blog, inclusive em vários casos aceitas pelo Ministério Público, que resultaram em Inquéritos Civis Públicos, alguns em andamentos, inclusive em esferas superiores, como é o caso do relacionado ao maquinário de propriedade do Governo Federal que encontra-se na Procuradoria da Republica, para tomadas de medidas cabíveis, e, outros com desfechos desfavoráveis à administração.

Assessores próximos, sem argumentos para combater o blogueiro, pediram-lhe sua cabeça, inicialmente atingindo o órgão mais sensível do ser humano que é o bolso, depois tirando-lhe o que é de mais digno para um cidadão que é seu trabalho, neste caso exercido pelo servidor por paixão e determinação, pois desde  muito jovem exerce a profissão de eletricista.

Imputaram-lhe um processo Administrativo Disciplinar por acúmulo de função, uma vez que o mesmo é servidor estadual, aprovado em concurso público ainda em 1993 para o cargo de vigia, lotado no Centro de Ensino Vitorino Freire, com expediente noturno, e, que em hipótese alguma atrapalha seus préstimos serviços a municipalidade, sem ter cometido nem ato falho, a prova é não ter recebido nem uma advertência de parte de seus superiores.

É óbvio que se trata de perseguição, pois nem um outro servidor responde a processos, uma vez que é nítido e notório que muitos funcionários municipais e estaduais, estão na mesma situação do acusando, e, isso não é por orgulho, ou por querer aparecer, é justamente pelos baixos salários recebidos, valores insuficientes para o custeio de uma família e que faz servidores serem verdadeiros malabaristas.

O blogueiro já foi aconselhado, inclusive por advogados de renome nacional, para denunciar os demais servidores que estão na mesma situação, o que geraria um enorme contratempo prejudicando o projeto de reeleição do prefeito, e traria prejuízos á economia local, mas, Smith Rosa é enfático em dizer que: ”vou até o último momento desse processo sem denunciar nenhum pai de família que vive trabalhando paro o sustento de sua família. Se tem alguém que merece a denúncia  esse alguém é o prefeito”, conclui o blogueiro!!!.      

Nenhum comentário:

Governador fala sobre matéria exibida no "Fantastico".

Globo no Maranhão é a TV do Sarney, que faz essas reportagens veiculadas nacionalmente. Chamam isso de "jornalismo" e "...